Páginas

17 de dez de 2012

Resenha: Morte Súbita

Quando Barry Fairbrother morre inesperadamente aos quarenta e poucos anos, a pequena cidade de Pagford fica em estado de choque. A aparência idílica do vilarejo, com uma praça de paralelepípedos e uma antiga abadia, esconde uma guerra. Ricos em guerra com os pobres, adolescentes em guerra com seus pais, esposas em guerra com os maridos, professores em guerra com os alunos... Pagford não é o que parece ser à primeria vista. A vaga deixada por Barry no conselho da paróquia logo se torna o catalisador para a maior guerra já vivida pelo vilarejo. Quem triunfará em uma eleição repleta de paixão, ambivalência e revelações inesperadas?



RESENHA: Quem espera algo parecido com Harry Potter, esqueça.
 Morte Súbita é pesado, carregado de emoções fortes, rico em detalhes e com personagens tão odiáveis que são até adoráveis. Não existe nada nesse livro que lembre o mundo de fantasia de Harry Potter.
 Em Morte Súbita, com pouco mais de 500 páginas, ficamos encantados com todos os personagens, conhecemos cada um deles tão profundamente que é como se os conhecêssemos pessoalmente, como se fosse um amigo contando sobre sua história.
 O livro é cheio de palavrões, da primeira a última página, abordando assuntos como sexo, drogas, intrigas familiares e profissionais e amores desgastados pelo tipo de vida que levam em Pagford.
 Personagens deploráveis, apaixonantes e cativantes como Krystal Weedon se tornam interessantes desde a primeira aparição. Uma jovem com uma mãe viciada em drogas e um irmão pequeno da qual tanto ama, ambos com um final que surpreende e emociona de tal forma que lágrimas até querem sair. Outro personagem interessante é Stuart Wall, um jovem que preza pela autenticidade e jeito único, que faz com que fiquemos atentos a todas suas jogadas em cada página, sempre pronto para prejudicar, caso precise.
  Andrew Price, outro jovem da trama é um dos mais legais e interessantes, vive cercado pelo ódio que sente pelo pai e o amor que sente por Gaia, a jovem moradora da cidade que veio junto com a mãe, por causa do seu namorado. Samantha Mollison é a amargura em pessoa, sempre ofendendo e rebaixando quem pode, dona de uma loja a beira da falência e vivendo um crise pesada em seu casamento com Miles, advogado e filho do Chefe do Conselho.
 Outra personagem que ganha destaque na trama é Suhkvinder Jawanda, filha de dois médicos, ela é dislexia e vive se cortando para fugir das dores internas, com toda pressão que sofre pelos pais e na escola, sempre atacada por  Stuart Wall. Suhkvinder surpreende no final do livro, tornando-se uma personagem central na história.
 Outro personagem, que no fundo não é apena um, é o Fantasma de Barry Fairbrother. Apesar de toda trama ser ligada a sua morte, que acontece logo nas 5 primeiras páginas, muitos personagens sofrem com sua morte, já que estão sendo atacadas pelo fantasma.
 A própria família de Barry não tem grande importância para a história, tornando-se personagens secundários.
 Outros personagens como Simon Price e Howard e Shirlei Mollison se tornam detestáveis desde o começo, tornando-se impossível gostar deles.
 


O livro é uma verdadeira obra de arte, cheio de ódio, rancor, remorso, inveja, ciúmes, um humor negro que fere e no final, apenas no final, você descobre demonstrações de carinho, afeto e amor.
Rowling nos surpreende com uma trama envolvente e poderosa, fazendo com que Morte Súbita seja, de longe, a melhor leitura do ano.


35 comentários:

  1. Oi Markos,
    Adorei a resenha. Dá para perceber que Rowling explorou um lado totalmente diferente do HP.
    Estou super curiosa em ler o livro e poder vivenciar essa leitura que você amou.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um mundo totalmente diferente mesmo. Bem mais adulto e forte.

      Bjão!

      Excluir
  2. Oi Markos! Esta é a primeira resenha que leio deste livro e o que mais me chamou atenção foi sua descrição dos personagens, senti que o leitor fica próximo da trama devido ao jeito que foram construídos.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas é verdade mesmo Cida, nos sentimos bem próximos dos personagens mesmo, todos são marcantes.

      Bjão!

      Excluir
  3. Oi Markos!
    Comprei recentemente o meu exemplar de Morte Súbita e estou louco pra ler,agora ainda mais depois de acompanhar sua resenha.
    Acho que a minha musa J.K.Rowling vai me surpreender.
    Abraço!

    Bruno
    http://oexploradorcultural.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruno, surpreende mesmo. Eu fiquei surpreso com a história.
      Melhor livro do ano pra mim.

      Excluir
  4. http://moove-onn.blogspot.com.br/ seguindo :)

    ResponderExcluir
  5. Nossa, fiquei até anciosa para ler *o*

    HOJE MEU BLOG COMPLETA UM MÊS!
    @esteffanifontes, segue? Beijos,
    Aos Dezesseis Anos - aosdezesseisanos.blogspot.com.br

    (se estiver seguindo, avise por favor? Preciso retribuir como forma de agradecimento)

    ResponderExcluir
  6. Ansioso para ler..e essa ótima resenha fez aumnetar mais e mais minha vontade!!

    Abraços.
    òtima resenha!

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito da resenha, me deixou curiosa. =D Não estava muito animada pra ler depois da sinopse.. e a capa do livro tbm não ajudou mto.. XD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa e a sinopse não são tão boas mesmo, mas a história do livro é ótima, empolgante demais.

      Excluir
    2. Eu gostei da textura da capa, parece meio emborrachada. Achei linda :x

      Excluir
  8. Oi!

    Passando para avisar que você ganhou um selinho!

    http://livroterapias.blogspot.com.br/2012/12/imagemterapia-selinho.html

    Beijinhos

    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  9. TO muito ansioso pra ler essa obra prima
    mas acho que só comprarei ano que vem
    adoro a capa
    adorei a resenha
    espero me surpreender com a leitura

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai se surpreender sim Bruno.
      O livro é demais, perfeito mesmo.

      Excluir
  10. Aaaaaah!
    Ansiosa nível master aqui hahaha
    Preciso ler esse livro e logo.
    Antes do fim do mundo, por favor hehe
    Beijinhos
    http://fulanaleitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahaha
      Vai da tempo de ler sim Kezia, vai sim... hehe

      O livro é fascinante!

      Excluir
  11. Fico feliz por você ter gostado, também quero muito lê-lo! Amei a resenha.
    Fica a dica pra quem quiser me dar presente de Natal, ta? ): -q

    Larissa,
    garotameiosangue.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adorei o livro, achei o melhor do ano, dos que li.
      Perfeito mesmo.

      Excluir
  12. Adorei sua resenha esta bem explicada.Como amo a autora tenho certeza que esse ira me surpreender.
    Espero que em 2013 tenha a oportunidade de ler este(isso claro quando minha lista diminuir. kkkkkkkkkkkk)

    Beijokas Ana Zuky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahaha
      Passa ele na frente Ana, vale a pena a leitura.

      Bjão!

      Excluir
  13. Fala, Markos. Todo mundo lá no AIL tá muito curioso com este livro e espera lê-lo em muito breve... Eu tb, claro! Bela resenha! Abração carioca! (KJM)

    ResponderExcluir
  14. Parabéns pela resenha, amei a história do livro com um tema totalmente diferente do universo de Harry Potter, J. K. Rowling sempre cheia de surpresas como seus livros...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou.
      Vale a pena a leitura do livro viu.

      Excluir
  15. Oi! Parabéns pela resenha,ficou muito boa! Também fiz uma resenha em meu blog http://donnaflaviaa.blogspot.com.br/2013/01/resenha-morte-subita.html aguardo sua visita e comentário! Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Flávia, vou verificar a sua com certeza.

      Bjão!

      Excluir
  16. Quero muito ler Morte Súbita. Acho que sou o único ser-humano que ainda não leu O.o
    Mas enfim, lendo sua resenha fiquei mais empolgado ainda pra ler! Necessito deste livro [aaa]

    Abração!

    ResponderExcluir
  17. Eu ainda estou em choque com esse livro.
    A trama é muito instigante, os personagens são muito bem construídos e o final absolutamente bem amarrado.
    É excelente. Ela (JK Rowling), é essencial. A melhor de sua geração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Disse tudo Rafael, é a melhor da geração mesmo e que continue assim.
      O livro é destruidor, forte e muito carregado, o que o torna bem melhor.

      Excluir
  18. Olá, você é de São Paulo? Você gostaria de participar de uma discussão sobre o livro Morte Súbita da J.K. Rowling na sede da Saraiva Conteúdo em São Paulo para um vídeo para o site? Se sim, é só me contactar por laissadbm@hotmail.com. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostaria sim, mas não poderei ir para SP por esses dias.
      :/

      Excluir
  19. Li, e achei excelente.
    Recomendo!

    ResponderExcluir