Páginas

8 de mar de 2013

Resenha: O Lado Bom da Vida, de Matthew Quick


Edição: 1
Editora: Intrínseca
Ano: 2013
Páginas: 256
SINOPSEPat Peoples, um ex-professor na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele “lugar ruim”, Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um "tempo separados". Tentando recompor o quebra-cabeças de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com seu pai se recusando a falar com ele, a esposa negando-se a aceitar revê-lo e os amigos evitando comentar o que aconteceu antes da internação, Pat, agora viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida. Uma história comovente e encantadora, de um homem que não desiste da felicidade, do amor e de ter esperança.

RESENHA: Não é o melhor livro que já li, mas com toda certeza é mais louco.
 Pat Peoples é o tipo de cara que nos chama atenção, que nos prende na sua história de tal forma que é impossível largar o livro sem querer continuar e continuar e continuar lendo. O livro todo só sabemos que Pat foi parar num centro de reabilitação para ‘pessoas com problemas mentais’, que ele chama de ‘o lugar ruim’ por algum motivo, mas qual motivo é um mistério. Ninguém fala nada, ninguém comenta nada e ninguém pensa em nada do tipo.
 Pat é viciado em exercícios físicos, torcedor do Eagles, ama sua mãe, ama seu irmão e ainda ama Nikki, sua esposa que ele não vê por estarem no tempo separados deles. E ainda tem seu pai, que não tem um relacionamento amigável com ele e que muda seu humor de acordo com os jogos dos Eagles.
 De volta ao que pode ser sua vida normal, Pat conhece Tiffany, cunhada de seu amigo que também passou por alguns momentos ruins na sua vida, após o acidente que matou seu marido. Entre seções com seu terapeuta, Cliff, jogos dos Eagles, corridas silenciosas com Tiffany, exercícios físicos sem fim no porão de sua casa, esperar pelo volta de Nikki e alguns momentos de fúria, Pat segue sua vida. Até que tudo vira de cabeça para baixo novamente.
 Pat lembra dos motivos que o levaram para o lugar ruim, lembra o que fez, lembra o porque do ódio que tem pelo saxofonista Kennie G., lembra de tudo.
 Mais dores, mais ódio, mais um pouco de tudo que indica que ele vai voltar para o lugar ruim, mas Pat quer uma vida normal novamente, assim como Tiffany quer um novo amor.

Esse livro é forte, impactante, engraçado, triste e surreal. Uma história que emociona de verdade e nos choca com acontecimentos, pois é fácil se identificar em muitos deles. É um livro sobre obstáculos vencidos e outros piores na frente, mas que podemos derrubar sem nos machucar, mesmo correndo riscos.
 O Lado Bom da Vida não é um livro sobre positivismo, sobre ser bom ou nada do tipo, é um livro sobre uma mente perturbada que busca um lugar no mundo novo, depois de quatro anos perdido em algum lugar da mente.


16 comentários:

  1. Tive a mesma impressão que você Markos!
    Até hoje me pergunto como Jennifer Lawrence ganhou um oscar com aquele papel!

    Beijos
    Rizia - Livroterapias
    http://livroterapias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha! tbm gostei muito do livro, oq me fez não gostar mto do filme... mas td bem.. XD
    http://coisasdebelaa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que ele modificaram muito o livro, isso acabou prejudicando a história, mas o filme é bom também.

      Excluir
  3. Oi Markos,

    Adorei a resenha :)
    Deve ser um livro bem louco mesmo mas bem interessante. Você já assistiu o filme?
    bjs

    Entre Páginas e Sonhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O filme é tão louco quanto o filme, mas deixa muito a desejar Joyce.

      Excluir
  4. Eu estou MUITO curiosa para ler esse livro e conhecer esses personagens meio loucos. haha :)

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale a pena conhecer Luara, todos são demais.

      Excluir
  5. Assisti ao filme e adorei! Mal posso esperar para ler o livro, porque já sei que possuem várias diferenças e quero ver qual me agrada mais :)
    Beijo,
    Nic

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Possuem muitas diferenças e o livro agrada bem mais.

      Excluir
  6. Amore... eu super recomendo esse livro, eu adorei... não conseguia parar de ler =] Ainda não assisti o filme, mas estou louca pra ver ^^ Bjss

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Amei o livro, mas fiquei muito decepcionada com o filme, acho que ele deixou muito a desejar, tanto pelo modo como retrataram a historia como a atuação, que poderia ter dado mais vida e emoção ao personagens. Recomendo que leiam o livro primeiro e tirem suas proprias conclusões sobre o filme!

    ResponderExcluir
  9. Estou lendo o livro, mas ainda não tive tempo de assistir o filme. O livro é realmente bom, no começo, assim como em todos os livros, torna-se desinteressante em alguns pontos de vista, mais logo vem a curiosidade sobre porque o Pat é daquele jeito o o que aconteceu para que ele fosse para o tal 'lugar ruim''. Como ainda não terminei de ler, estou ansiosa para descobrir :) . Parabens Markus pela sua descrição do livro!

    ResponderExcluir
  10. Oi adorei sua resenha!.. muito obrigado...me fez se interessar pelo livro....mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..abraços. www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?
    busca.livrariasaraiva.com.br/saraiva/Reverso
    www.buqui.com.br/ebook/reverso-604408.html

    ResponderExcluir